23
Jun 08


O projecto das residências nº3 do Instituto Politécnico de Coimbra foi uma obra dos arquitectos Gonçalo Afonso Dias e de Daniela Antunes. A sua construção ocorreu entre 1999 e 2000 a cargo do construtor Manuel Rodrigues Gouveia e custou cerca de dois milhões de euros.

A estrutura habitacional do IPC, composta por cinco blocos autónomos (só quatro é que servem de habitação a estudantes), faz a alusão às carruagens de um comboio descarrilado, criando assim a ilusão de um corpo único. A sua maqueta, da autoria dos já referidos arquitectos, foi integrada na exposição “Habitar Portugal
2003/2005”, estando em exposição no ano de 2006 no Cento Cultural de Belém.

historiado por vanessaquiterio às 07:27

Vanessa Quitério
pesquisar