27
Jan 11

IT'S TRUE:


People change. Feelings change. It doesn´t mean that the love once shared wasn’t true and real. It simply just means that sometimes when people grow, they grow apart.


Retirado daqui: http://bit.ly/gwmfKA



historiado por vanessaquiterio às 23:24
tags:

26
Jan 11

Acordei assim:

 

 

 

historiado por vanessaquiterio às 13:12
tags:

24
Jan 11
Disseste-me assim
De frente
Cruamente
Que não me amas mais
Foges de mim
Talvez para sempre
Mas… onde vais?
Não te posso mais amar?
Beijar?
Abraçar?
Apertar-te no meu peito?
E agora?
Que faço a este coração desfeito
E sem jeito
De o poder consertar?
Ocorre-me a vingança
O ódio,
A ira
Denegrir o teu nome, pela vizinhança
Mas como? Se sou uma criança!
Se ainda me resta
Neste coração que não presta
Uma ténue esperança
Do teu retorno à nossa paixão.
Será minha a iniciativa
De te conceder o perdão
Como sempre, e para ti,
Jamais me sairá um não
Tu tens o poder,
Como se diz… o condão
De manter bem viva
Esta chama que me alimenta
O sentimento que me alenta
Um amor que anseio ter pela frente,
Ainda que pungente
Prefiro adorar-te, qual diva
Incaracterística, exclusiva
Que aviva
a minha pobre mente!

José Eduardo

[Não sei explicar como isto aconteceu, mas é das poucas primeiras vezes que leio algo que parece ter saído da minha cabeça. Que transmite o que sinto e senti. Que representa estados de espíritos e sentimentos que ainda magoam. José Eduardo, acho que lês mentes, por muito distantes que sejam. Tens a sensibilidade que muitos não têm: És poeta que vê e não somente olha. Obrigada.]
historiado por vanessaquiterio às 17:13
tags: ,

17
Jan 11

 


Passar a meia noite de dia 16. Receber beijo de uma das melhores amigas. Acordar em Lisboa. Iniciar um projecto. Receber muitos beijos e abraços. Telefonemas. SMS's. Alguns emails. Almoçar com um dos melhores amigos da capital. Ouvir Jeff Buckley à entrada do restaurante. Voltar a casa ao final do dia. Encontrar um ex-colega de curso na gare dos autocarros. Conversar, rir muito. Jantar com a família. Ouvir os parabéns a você cantados pelo priminho de três anos. Apagar as velas mais que uma vez. Responder aos últimos emails. Colocar like em todas as felicitações via FB. Descansar. Amanhã volto para Lisboa e fico até ao final da semana. Ponto final.


Efeito 23 anos. Ufa. Um dia em cheio. Para o ano esperemos que corra tudo de igual forma ou bastante melhor. Um beijo a todos que se lembraram de mim e me fizeram sentir bem neste dia.


Obrigada. V.

historiado por vanessaquiterio às 23:39

 


Sabiam que a minha irmã gémea faz hoje anos? Coisa gira... Pensado que há muito boa gente que ainda fica a pensar e a felicita, enquanto espero ansiosamente por um beijo de igual congratulação. À Renata um beijinho, é o primeiro ano, em 23, que passamos o aniversário separadas, a alguns quilómetros de distância. Vêmo-nos logo ao jantar com os paizinhos.

 

E porque hoje alguém faz anos, aqui vai um 'Happy Birthday', by Beatles.

historiado por vanessaquiterio às 00:00

13
Jan 11

 

Nos últimos anos, e sem qualquer sombra de paternalismo, tenho lidado com muitos desses jovens que chegam à profissão cheios de ilusões e vontade. Vejo neles uma capacidade de sacrifício e de entrega raros. Além de talento, cultura e uma consciência aguda dos valores da profissão.

 

Falo de Vanessa Quitério, que também estagiou no Público, que junta à sua sensibilidade para a tradição jornalística um domínio exemplar das novas tecnologias.


Há mais, muitos mais. Alguns ainda a terminar os estudos, mas já credores do benefício da dúvida, pelo menos, dado o seu empenho, vontade e maturidade. Como dizia um velho anúncio televisivo, «o algodão não engana».


Se o jornalismo tiver futuro – como penso que terá – isso ficará a dever-se a pessoas como eles. Haja quem saiba aproveitá-los e não apenas usá-los como carne para canhão.


texto na íntegra no A Devida Comédia

 

Não sei que mais acrescentar a este post do Miguel Carvalho, amigo de jornalismo, apoio no desejo de transformar o jornalismo de hoje no que foi sempre, não fugindo à mudança necessária. Não esperava esta menção, mas há muito que conheço deste jornalista de gema esta ânsia, este aperto pelo que fazem aos novos aspirantes a historiadores do instante. Estou contigo nesta luta. Porque há muitos mais que - como indicas - ainda se entregam e lutam pelos valores da profissão. Manterei sempre esse rigor e paixão, muito por tua culpa. Enorme beijo meu amigo e colega! V.



historiado por vanessaquiterio às 22:33

11
Jan 11


Se tivesse um Amor, era esta a música que lhe dedicava!


M.I.R.I.A.M dos Orelha Negra | www.myspace.com/orelhanegra



historiado por vanessaquiterio às 00:24
tags:

06
Jan 11

E acaba assim a aventura pelo Alentejo. Um ano e meio depois - Amareleja, dia zero - regresso a casa com a vida empacotada.
Novas perspectivas estão na calha. Mas enquanto não for nada certo, regresso ao aconchego do lar.


Aos colegas e amigos que fiz em Amareleja, um muito obrigada por tudo!

 

 

historiado por vanessaquiterio às 22:47
tags:

03
Jan 11

I'm gonna clear out my head
I'm gonna get myself straight

I KNOW it's never too late
To make a brand new start



Pequena maravilha, sábias e certas palavras. De quem parece estar sempre 'de olho em mim'. Querido amigo João, começas a perceber-me. Obrigada por te lembrares.

historiado por vanessaquiterio às 14:29
tags:

02
Jan 11

 

Eis algumas curiosidades que pretendo satisfazer in loco, numa sala de cinema, de preferência em boa companhia, numa qualquer sala do país (dependendo de onde estiver) *



Que mais quero eu (italo-suiço) |   O Turista (americano) - 6 de Janeiro




Biutiful (espanhol) | Another Year (britânico) - 27 Janeiro



E o mais aguardado do mês Chantrapas (francês) - 13 de Janeiro



Somewhere (Sofia Copola) | Restless (Gus Van Sant)  - As estreias de Fevereiro, que aguardo ansiosamente


*com sorte entre dias estarei em Lisboa, para uma nova etapa da minha vida profissional e pessoal



historiado por vanessaquiterio às 18:36
tags:

subscrever feeds
subscrever feeds
Vanessa Quitério
pesquisar