30
Mar 11

Bonito título, não acham? A mensagem que transmite, a força que dá para perseguirmos o tão aclamado sonho, cada vez mais, de uma prática humana e com pessoas que amem o jornalismo fora limites e preços.


Pois bem, até concordaria com tudo isto se não fosse a pessoa mais fraca à face da terra e que desiste, quase à primeira, de lutar por este sonho. Porque tenho de medir sempre a questão das despesas em vez de colocar à frente a paixão. Porque tenho de medir soluções em função do que os pais aceitam e têm como aceitável. Porque sou uma fraca e falo muito mas, no fundo, nunca faço nada!


A altura da minha vida não é a mais abonatória para discutir esta questão. Deixo somente a dica de um texto que gostei de ler, sobre a problemática da licenciatura em jornalismo vs a prática jornalística de valor, que não necessita de canudo para ser destemida, persistente e objectiva na busca da verdade. Espero que gostem.


I'm sure you learn a bit but overall, but I reckon the sooner you get out, and get on with it the better. The insight I got through work experience couldn’t have been got in a classroom. Journalism isn't a science that needs to be studied. However, it's quite strict in newspapers these days that you have to have done National Council for the Training of Journalists (NCTJ) accredited training, which covers media law and short hand. It's the first thing you will be asked if you cold call a news desk.


So start now. Phone up the place that’s the job of your dreams – why not? Being fearless, willing and able is the best start. Over to you.


Via fleetstreetblues.blogspot.com

historiado por vanessaquiterio às 18:33

29
Mar 11

 


ÚLTIMA HORA:
Já sairam os resultados da Academia da RTP. Sabem uma coisa?


O projecto 819 - 'Cidades Criativas' foi seleccionado.


ENTREI, juntamente com os meus amigos do Porto :)


Entretanto tinha dado resposta para um trabalho em Lisboa, a começar já no próximo dia 4. E agora?


Vou pensar, ver das oportunidades e ponderar. Sou uma sortuda! Em menos de uma semana recebo três propostas, duas imediatamente possíveis. E em capitais diferentes.


Respirar fundo, prós e contras, aqui vou eu!

historiado por vanessaquiterio às 23:55

28
Mar 11

Se me perguntassem se gosto de viver por aqui, até dizia que sair também não me faria mal algum. Muito mais quando tenho a oportunidade de poder escrever sobre a realidade do meu concelho, da minha terra e sobre as pessoas que me rodeiam.


Para contornar a inevitável vontade de jornalisticar tudo o que me rodeia, decidi colaborar com o jornal regional Alcoa, de forma a também dar oportunidade a que se escrevessem mais coisas sobre a vila da Benedita e sobre o que poderia interessar aos habitantes da minha terrinha. Nesse sentido já passou um mês desde que comecei a colaborar com o Alcoa, uma publicação de teor regional, de proximidade às freguesias do concelho de Alcobaça e de inspiração cristã.


A colaboração tem dado frutos, e tenho adorado praticar este jornalismo de proximidade. Acho que me daria bem neste ofício, podendo pensar até numa carreira profissional neste ângulo. Mas isso, pelo menos para já, terá de esperar algum tempo. No que for podendo fazer, continuarei a escrever, a procurar a verdade e apresentar a realidade noticiosa destes lugarejos.


Deixo o link para o álbum de artigos que criei no facebook, onde colocarei todos os artigos que for produzindo para  Alcoa. Espreitem, opinem, e se tiverem ideias não se esqueçam de avisar!

 

historiado por vanessaquiterio às 14:21

"Não há fome que não dê em fartura!"


Sempre ouvi dizer este ditado popular, e sempre lhe encontrei uma verdade incontornável. Muito mais agora, passados três meses desde que decidi deixar o Alentejo, sair de um emprego dito estável, e arriscar entrar para as estatísticas do desemprego. A procura continuou a bom ritmo, entre envio de currículos, estabelecimento de contactos, algumas propostas, novas colaborações e também, confesso, gritaria de meia noite pelo facto de ser um espelho bem brilhante da canção dos Deolinda, 'casinha dos pais'.


Mas acontece que, mais uma vez, não há fome que não dê em fartura!


Em menos de 24 horas surgiram duas boas propostas, díspares entre si, e que pediram uma resolução rápida. Pelo menos uma delas, que anulou a outra por completo. Não por ser notoriamente a melhor, mas porque me deu a segurança e projecção de futuro que a indecisão de timings da outra não conseguiu contornar.


A paixão pelo jornalismo vai ter de esperar, pelo menos mais meio ano. Pelo menos para uma coisa a tempo inteiro, porque a oportunidade de começar uma carreira como jornalista profissional se perdeu por causa de um impasse, quase desnecessário a meu ver, de uma camuflada decisão protocolar. Fico com pena, mas o que parece vir a partir de agora anima-me imenso! Pela área criativa, pelo trabalho a desenvolver, pelo local do escritório e, muito mais por ser em Lisboa!


FINALMENTE! Depois de ter vivido três anos em Coimbra, três meses no Porto, um ano e meio no Alentejo e, paralelamente, 23 anos na Benedita, eis que chega o momento de rumar até à capital do reino. Desejem-me sorte. Será sempre necessário!

historiado por vanessaquiterio às 13:59
tags: ,

21
Mar 11

Primavera. Novos sons. Novas procuras e descobertas encantadoras como esta. Martina Topley Bird soa tão bem como a irreverência de uma jovem música com provas dadas. Aconselho a exploração da sua discografia e do último álbum Some Place Simple.

 

historiado por vanessaquiterio às 23:24
tags:

20
Mar 11

Começo a achar algum prazer nas idas ao cinema em modo só. Sem mana ou amigos, para manter aquela leve conversa antes do início do filme. Ou para opinar durante o intervalo. Ultimamente tenho ido a grandes salas comigo e só eu. Em análise una e acima de tudo, porque me falta companhia.


Mas fora isso, tenho a dizer que não gosto muito da cultura dita 'tuga' nesta questão. Faz-me um pouco de impressão como é que as pessoas se empanturram de pipocas, em doses quase industriais e com reforço no intervalo. Depois o interminável burburinho dos copos de coca-cola que parecem não ter fim. Na sessão de hoje, de Gnomeu e Julieta até vi uma bela de uma família com um pacote de Madalenas, daquelas de 20 unidades. Fiquei de boca aberta.


Certamente que há esclarecimento possível para isto: a sessão era para crianças, domingo à tarde e com pais à mistura para compor o ramalhete.


Contudo, em muitos outros filmes, de âmbito diferente, assisto a posturas idênticas. Há malta que não aguenta duas horitas sentado, em pura captação de mensagem ou simplesmente a apreciar as estórias e personagens. Nem penso que o fazem de boca aberta, para não me chatear. Pela positiva, já estive em boas salas, público maduro, direito, correcto, que ao mínimo sussurro despacham logo um 'shiuuuu' para equilibrar a concentração. Nem 8 nem 80. Mas por favor, não sejam alarves no cinema.

historiado por vanessaquiterio às 23:51
tags:

19
Mar 11

 Já em modo Primavera. E com o desejo de que os dias tristes de Inverno desapareçam de vez. E com eles as parvoíces e imbróglios de um verão passado de forma ilógica. Dias alegres, aqui vou eu!

 

^

historiado por vanessaquiterio às 15:27
tags:

16
Mar 11

 


Só me percebi, sim, depois destes anos todos de existência, que a Joan As Police Woman é a tal. A outra. A eterna namorada de Jeff Buckley aquando da sua morte. Sinto me embrutecida! Que voz, que toque. Começa aqui a era Joan, com o intuito de compensar a outra metade da laranja, Jeff & Joan, como companhias dos vindouros dias desta (minha) pequena existência.

 

historiado por vanessaquiterio às 00:06
tags:

14
Mar 11

Fresquinho, com horas!

 

NOISERV - "The sad story of a little town" from Tiago Pereira on Vimeo.

historiado por vanessaquiterio às 21:23
tags:

Gostei muito desta fotografia. Pelo fora do comum que é ter os pés acima da cabeça, pelo olhar desfocado perante uma multidão cheia de vontades e até agora tão acomodada em estados e espíritos.


O resto, que cada um interprete. Gostei imenso desta imagem, e por isso a partilho. Do meu querido amigo J.


historiado por vanessaquiterio às 15:19
tags:

subscrever feeds
Vanessa Quitério
pesquisar