04
Ago 09

 

Este artigo foi originalmente publicado no twitterblogueportugal.

É a primeira experiência como colaboradora. Espero repetir a proeza muitas e mais vezes. Deixo aqui a réplica.

 

Twitter com sabor a gelado

 

A proliferação do twitter na rede já é tão banal como ter um qualquer blogue, ou mesmo manter a conta do HI5 desde os tempos do secundário.

 

O que me espanta ainda são as pequenas resistências a novas formas de interacção na rede, e a percepção que existem mais-valias no estabelecimento de contactos a partir das redes sociais.

 

Ainda existem resistentes, utilizadores da internet que passam ao lado da moda de ter uma conta no twitter, ou que olham de lado ainda para os 140 caracteres do pássaro azul. Muitos reclamam pelo modismo, outros pela exposição da vida pessoal. Mais são aqueles que referem as redes sociais como forma de “armar” personagens e ser no virtual o que não se é no real.

 

Como utilizadora de redes sociais (com presença no twitter e Facebook, fora as contas de blogues) atrevo-me a dizer que não passo um dia sem interagir com os meus seguidores. Novos followers surgem todos os dias e episódios engraçados aparecem de vez em quando.

 

Como exemplo disso foi o receber um gelado em troca de ajuda ao esclarecer o funcionamento do twitter. Na semana passada, de entre os novos followers que recebi, destacou-se um conhecido café da minha área de residência.

 

O primeiro tweet é sintomático em quase todas as contas que nascem: “Investigando”, “A perceber como isto funciona”, “Para que é que isto serve afinal?”. Neste caso em concreto foram trocados alguns tweets a oferecer ajuda para criar e dinamizar a conta e, em troca quase num tom de brincadeira, pedi um delicioso gelado (um sunday) do dito estabelecimento.

 

Do outro lado, a reacção foi instantânea e a reserva do gelado ficou que automaticamente feita. A levantar mediante a seguinte senha: “Vanessa twitter um sunday”.

 

Não acreditei no início, mas experimentei ainda a medo a pedir o tal gelado, na outra noite no @apolocafe. A reserva estava realmente feita e engraçado foi perceber que a partir de uma simples brincadeira, as redes sociais podem ser dinamizadoras de encontros e favorecer a divulgação de produtos.

 

Com tudo isto só  acrescento que, para mim, o twitter tem sabor a gelado. Hummm…de framboesa.

 

(Foto gentilmente cedida pelo twitter @ppinheiro76 )

historiado por vanessaquiterio às 21:21
tags:

Vanessa Quitério
pesquisar