20
Set 09

Muito se tem falado de deontologia nestes últimos dias. Apregoam-se os deveres desta prática profissional e equacionam-se as normas não cumpridas no dever de bem informar.

 

...

 

Comigo as coisas ainda vão durar. Sabendo que continuo com 8 à cadeira de Deontologia, constato que tenho mais uma oportunidade para mostrar o que valho como jornalista. Esta semana tenho de me inscrever lá em Coimbra e recorrer ao estatuto de estudante a tempo parcial.
Numa prática camuflada, vou ter de pagar mais um ano de propinas e fazer exame em Fevereiro. Até lá vou "arregaçar" as mangas, fazer das tripas coração e

tentar mostrar que sou uma boa profissional, mesmo encalhando 3 vezes seguidas num exame de sete perguntas. E mais duas orais.

 

Fiquei muito frustrada por não passar à cadeira. Muito mais por fazer desacreditar aos muitos que me apoioam e até tme êm como exemplo, que para ser boa jornalista não é necessariamente preciso ter vinte às teorias. Revoguei sempre que em qualquer profissão o importante é ter-se humanidade e bom senso.

 

A preparação teórica é uma base imprescendível. Mas no meu caso, serei mesmo oca deontologicamente? O que fiz até agora foi tudo erro desta minha pouca sabedoria?

Deixo a questão solta..em Fevereiro falaremos de novo disto.

historiado por vanessaquiterio às 14:48

Não quero ser mazinha na minha primeira visita, mas creio que para jornalista que, pelo vistos, aspira a ser terá de começar a ter mais cuidado com as palavras que escreve. Talvez ler mais bons escritores e ...usar um dicionário?
Repare: «Revoguei sempre que em qualquer profissão...» Revogou??? Não quereria antes dizer "advoguei"? É que advogar significa, de uma forma simplista, "defender que", revogar significa anular, extinguir, tirar eficácia, por exemplo: uma lei revoga a anterior, ou seja, a nova lei faz com que a anterior deixe de vigorar.
Penso que deverá tomar mais atenção a estas "coisinhas" , tanto que encontrei na sua escrita alguns "lapsos" deste género. Acredite, para quem lê bons jornais, isto ainda faz diferença entre um bom e um mau jornalista.
Um beijinho e boa-sorte para si

Raquel
Raquel a 23 de Outubro de 2009 às 14:38

Cara Raquel

Agradeço muito este seu comentário. Percebo que dou erros, sim, e que às vezes é um pouco incompreensível.

Por isso este seu comentário vem a calhar, como qualquer conselho útil para nos melhorarmos . Um abraço e bom fim de semana
vanessaquiterio a 23 de Outubro de 2009 às 17:59

Vanessa Quitério
pesquisar