08
Abr 08

"Somos mónadas obcecados pela comunhão". Assim o referiu em tempos, Georges Steiner, um dos maiores pensadores e humanistas do século XX. Verdade seja dita que nós seres humanos, somos mesmo obcecados pela comunicação e por tudo o que nos possa envolver com os outros. É irremediavelmente necessário usarmos as palavras, as imagens e o som para estabelecermos o tal tornar comum. O Jornalismo é isso mesmo, é um dar a conhecer o que nos rodeia e divulgar informação.
Porque não aliar a ficção do cinema à realidade em que vivemos diariamente e que está tão entranhada no que fazemos e no que somos? Exemplo disso são os filmes sobre jornalismo, filmes esses que pretendem elucidar-nos sobre esta profissão tão nobre mas tão mal vista actualmente.
Para consciencializar todos aqueles que estudam comunicação e se interessam pela verdadeira génese da arte de informar, decorre durante este mês de Abril, na Escola Superior de Educação de Coimbra, o Ciclo de Cinema e Jornalismo. Este evento aborda quatro temáticas, uma por semana: A prática jornalística, Os Jornalistas, O 4º Poder e História dos Media. Em cada semana são exibidos dois filmes e realizado um debate que conta com profissionais da área da comunicação e jornalismo, bem como docentes da ESEC. Tudo em prol do bom esclarecimento do que é isto de Jornalismo.
Jornalismo (e) audiovisual é uma arte emergente. É algo que não assusta nem aborrece. É um aliar de prazer mútuo para aqueles que amam a sétima arte e se deliciam com o imenso mundo de possibilidades que o jornalismo pode oferecer.

in http://oaquieagora.blogspot.com/

historiado por vanessaquiterio às 08:20
tags:

Vanessa Quitério
pesquisar