31
Jan 10

Vazio, sentido, objectivos.
 

Realidade, qual realidade? Partilhar uma vida com algo, alguém, sozinho.

Amores, desilusões, desapegos.

Uma mala, o essencial, uma metodologia.

Viagens, uma casa que não tem pés na terra. Família e a ausência dela.

 

Vazio, diversão, angustia por perceber que não existe sentido.

E no fim, quando percebemos que já atingimos o tal objectivo, as coisas perdem o sentido que se pensava ter e, de volta ao normal, o vazio de sempre, amarrota a existência do agora.

historiado por vanessaquiterio às 22:00
tags:

Vanessa Quitério
pesquisar