22
Set 10

 

 

Chegaste de mansinho . . . envergonhado, quase não dei por ti.

Sem querer, distrai-me, com a noite das palavras e num desejo de seguir em frente;

Enrolei-me vertiginosamente em mais uma volta, sôfrega, de beijos e abraços,

E acabei por não me lembrar que as primeiras folhas vão começar a cair.

 

De palavras e sorrisos alimentei este primeiro dia de mais uma estação,

Ouvi repetidamente a promessa que poderia voar sem ter medo de cair . . .

E estou a espera que tudo, lá em baixo, seja de algodão doce.

 

Porque sei que uma escorregadela acontece.

E, por mais grilhões que te prenda,

Tu. O Outono, vais acabar por passar.

 

 

*foto retirada daqui (amigo @ppinheiro76)

 

 

historiado por vanessaquiterio às 15:51
tags:

olá vanessa adorei este texto,tá lindo!!

bem há algum tempo que não comentava aqui no teu blogue,portanto quero perguntar se tá tudo bem contigo?? tens sido feliz?? que tens feito??? bem desejo-te o resto de uma boa semana!! beijinhos da Sandra!!
gatinhafofa a 22 de Setembro de 2010 às 18:25

Vanessa Quitério
pesquisar