21
Dez 10

Olhem a minha cara de espanto quando me apercebo que já tenho um boneco, qual contra-informação, representativo da minha vivência/experiência como menina do twitter. Amazing! Cortesia da colega da EBI de Amareleja, Gato-Quadrado. Espreitem os outros trabalhos dela, recomendo.

 

 

historiado por vanessaquiterio às 18:11
tags:

05
Jun 10

Poucas podem ser as palavras para dizer o quão agradável foi passar pelo aniversário do Twittlis e rever amigos feitos a partir desta rede social.

Rimos, conversamos, aderimos a modas de dedo no nariz, do 'tira uma foto a outro e não ao mesmo', de piadas feita por anónimos que sabiamos bem quem eram. Houve bolo e muita diversão, no MarAdentro, na rua do Alecrim. Depois passamos para o Ógilíns, uma rua mais abaixo. À malta que por lá passou e esteve, um BEIJINHO. Espero poder aparecer mais vezes. Vêmo-nos na timeline!

 

 

[ @dramalho + Sara @jnogueira @Madril @VanessaQuiterio @VirginiaCP @nosuchuser @brunoamaral @wonderm00n - foto tirada pelo @ppinheiro76 ]

historiado por vanessaquiterio às 19:54
tags:

02
Mar 10

Eh pá! Só twitas...os outros fonix...
Vindo de quem veio teve piada. E não foi pouca*


historiado por vanessaquiterio às 21:52
tags:

24
Dez 09

A web social tem destas coisas e, sem muito esperar, comecei a interagir com os meninos e meninas da #sala5, da educadora Ana Domiguez, do Colégio de Alfragide.
 

Já tive o prazer de conhecer pessoalmente a Ana e de vez em quando troco uns tweets com os meninos da #sala5. Recebi um postal de Natal deles e, por minha vez, ofereci uma história, para lerem em conjunto.

Desse meu gesto e da leitura atenta do livro pelos meninos da #sala5, foram criados os desenhos d' "O Burro Eleutério e o Lobo Selvagem". Ficam aqui então as belas criações, uma prenda de Natal que adorei. À Ana e aos seus meninos um beijo do tamanho do mundo!


 

historiado por vanessaquiterio às 21:46
tags: ,

07
Out 09

O @lamelas foi um querido e trouxe-me um postal da Polónia. Pena não ter carimbo de lá e estar registado com selo do Porto. Mas enfim.

 

Adorei na mesma. Obrigada André :D

 

 

historiado por vanessaquiterio às 00:13
tags:

05
Out 09

Pausa para a ginjinha. Foto do @ppinheiro76

 

historiado por vanessaquiterio às 11:46

A foto de grupo. Tirada pelo @retorta

 

 

Da direita para a esquerda: @storrao, @ppinheiro76, @vanessaquiterio, @adolfom, Carla, @sofiac, @paulofurtado, @nuno_ferreira, @b1munda

historiado por vanessaquiterio às 11:35

Ontem, Domingo, foi um dia excelente!

Diverti-me imenso no #mobphotowalk01 com alguns conhecidos do twitter, na Vila Mediaval de Óbidos.

 

Para variar, o meu telemóvel fez das suas e fez-me o especial favor de "crachar" de uma forma estranha e estúpida. Fiquei sem o meu material de trabalho do dia, mas ainda salvei duas fotos para o #mobphotowalk01.

 

Deixo aqui as ditas fotos, tiradas com o meu telemóvel.

 


historiado por vanessaquiterio às 11:26

03
Out 09

A convite do meu querido amigo @retorta, amanhã estari por Óbidos, no #mobphotowalk.

 

Fica aqui o link do site conjunto, deste evento que aposta na divulgação de fotos tiradas por aparelhos móveis.

 

http://mobilephotowalks.posterous.com/

 

Vai ser giro, de certeza que vai!

historiado por vanessaquiterio às 16:11
tags:

30
Ago 09

Eis mais uma pequena colaboração para o twitterportugal/blog, a webzine do twitter e das redes sociais em português.
Replico o post, que saiu no passado sábado, 29 de Agosto.

 

Twitter e o ensino universitário
Já está online o estudo que a Faculty Focus elaborou sobre o Twitter e o Ensino Superior: Twitter in Higher Education: Usage Habits and Trends of Today’s College Faculty.

Nas 20 páginas que compõem o estudo, as conclusões não são animadoras: mais de metade dos inquiridos não incorpora a ferramenta no seu mecanismo de ensino e só 1/3 dos entrevistados afirma utilizar o Twitter de alguma maneira na prática universitária.
 

O estudo, feito através de inquérito a cerca de 2.000 profissionais universitários – de entre eles docentes, reitores, pessoal de departamentos, serviços administrativos, corpo científico, de orientação pedagógica e avaliação – levanta um pouco o véu sobre a realidade em volta do sistema de microblogging mais badalado do momento.

De uma forma sumária, no universo de 1958 inquiridos:

56,4% diz não usar o Twitter;

30,7% usa o serviço de alguma maneira;

12,9%  já tentou mas não usa.
 

Neste estudo, realizado entre Julho e Agosto deste ano, conclui-se também que:

71,8% espera aumentar a utilização do serviço de microblogging durante o próximo ano lectivo;

3,2% afirma diminuir o tempo passado no Twitter;

2,5% diz que fica na mesma, quanto a integração no trabalho universitário.
 

As razões apontadas pelos inquiridos para a não utilização do serviço podem surpreender alguns utilizadores mais frenéticos do pássaro azul.
 

A grande maioria aponta a pouca relevância educacional e uma forte preocupação na criação de pobres habilidades de escrita ao usar o Twitter. Das muitas respostas (que servem de base à análise e estão legíveis no estudo) destacam-se outros pontos, como a falta de interesse ou tempo para usar o serviço, a questão de segurança de dados e a pouca vontade em experimentar o Twitter pelo facto de se pensar que não é mais que um modismo da era das redes sociais.
 

Do universo que usa o Twitter, os 30,7% do estudo, os tweets lançados na rede são acerca da actualidade noticiosa e tendências relacionadas com os interesses da área académica. A interacção é feita entre colegas e na experimentação do seu uso nas salas de aulas.

Análise pessoal

Numa realidade mais próxima e mais específica da minha formação académica, são poucos os docentes que posso afirmar que integram as estatísticas de interacção na rede. Em concreto, passo por exemplo imenso tempo na rede em conversa com o @franciscoamaral, meu professor na Escola de Educação de Coimbra, e com a @ciberesfera, docente do Instituto Superior Miguel Torga, também em Coimbra.
 

Dentro da rede jornalística em Portugal outros docentes se destacam, como o @agranado, docente da UNL e jornalista do Público, @fernandozamith e @paulofrias (ambos da Universidade do Porto), @simaocc_utad (UTAD) e a luisaribeiro (Universidade do Minho).
 

Muitos mais profissionais estão na rede e colaboram na criação de uma plataforma utilitária e que entre no rumo certo da partilha online de conteúdos. Contudo, e um pouco na onda do estudo lançado pela Faculty Focus, o twiter ainda sofre por antecipação e resistência. É apelidado de modismo e essa ainda é a maior barreira para aqueles que o olham do lado de fora.
 

Podem consultar o artigo de análise ao estudo aqui ou visualizá-lo em baixo.

Twitter in Higher Education – Usage Habits and Trends of Today’s College Faculty

historiado por vanessaquiterio às 14:53
tags:

subscrever feeds
subscrever feeds
Vanessa Quitério
pesquisar